Construção de um novo mosteiro
Nova fundação beneditina em Angola

 

 

LuandaSituação geográfica

Luanda é a capital de Angola, na África meridional. Situada no noroeste do país, à beira do Oceano Atlântico, a cidade goza de um clima tropical seco. Luanda é o principal centro econômico do país, concentrando nela as atividades terciárias e industriais. Desde 2002, graças à paz civil recuperada e ao lucro obtido com a extração de petróleo em jazidas offshore, situadas não muito longe da capital, a cidade tem experimentado um crescimento particularmente importante na área de construção. O porto escoa os principais produtos do país: petróleo bruto e seus derivados, refinados na periferia da cidade, mineral de ferro, café e produtos de pesca. A reconstrução das estruturas de transporte, prejudicadas pela guerra civil, estão em andamento.

Lubango é uma cidade situada no sul de Angola, capital da Província de Huila. Região agrícola muito fértil, sua economia se baseia na agricultura, produção de carnes, cerais, tabaco, frutas e legumes.

 

Histórico

FondatricesIrmã Lourdes Ecuva, de nacionalidade angolana, é monja professa do Mosteiro beneditino de San Pelayo, em Santiago de Compostela, na Espanha, onde ingressou, tendo permanecido vinte e quatro anos na comunidade. Após um longo discernimento de sua parte e de sua comunidade, partiu para Angola em 2011 com o projeto de lá dar início à vida monástica beneditina.

Por falta de vocações, a comunidade de Santiago não pôde assumir esta fundação e pediu ajuda à Abadia de Santa Escolástica, de Umuoji (Nigéria). Sete Irmãs nigerianas aceitaram partir para a fundação com Irmã Lourdes, atual Prioresa da comunidade, chamada Santa Maria do Caminho.

Em maio de 2012, as Irmãs se instalaram temporariamente numa casa cedida pelo Bispo, em Caxito, nas proximidades de Luanda. Posteriormente, adquiriram um terreno situado na Diocese de Lubango.

 

Estatística

Oito Irmãs de profissão perpétua: sete nigerianas e uma angolana.

 

Solicitação

Plan2A casa atual está localizada num quarteirão barulhento, além de ser muito pequena para acolher novas vocações ou abrir uma hospedaria.

Não tendo sido possível encontrar um terreno apropriado para a construção de um novo mosteiro na Diocese de Caxito, as Irmãs decidiram se transferir para a Arquidiocese de Lubango, onde lhes foi oferecido um terreno melhor. No entanto, não dispõem das condições econômicas necessárias para construir.

As Irmãs pediram ajuda a diversos organismos, sobretudo à Conferências Episcopal da Espanha, que se dispõe a viabilizar o projeto por meio das reservas que dispõe para a nova evangelização. A primeira fase da construção ainda não começou.

O custo total é estimado em 115.000 euros.

 

Montante solicitado: 36.400 euros.

Alliance Inter-Monastères